LA CC

Convento das Capuchas

Santarém

Convento das Capuchas – Educação e Transformação

A história da Casa

O Recolhimento das Capuchas de Nossa Senhora dos Inocentes, conhecido como Convento das Capuchas e fundado pela Venerável Ordem Terceira de São Francisco em 1678, foi construído sobre uma ermida mandada fazer pela Rainha Santa Isabel em 1321 como hospital dos meninos expostos (abandonados). 

Em 1891, a pedido do Cardeal Dom José Neto, Luiza recebe a primeira missão. Com apenas 14 anos, inicia o percurso educativo auxiliando as Irmãs capuchas numa escola para a instrução de crianças de rua. Aqui experimentou a capacidade de liderança e organização. Aos 18 anos obteve o diploma de professora e, aos 24, assumiu a direção desta escola. 

Devido à expulsão das Irmãs Capuchas, provocada pela Implantação da República em Portugal, em 1910, o edifício ganha novas funções. Luiza adquire-o, em praça pública, a 17 de fevereiro de 1924, para acolher as crianças órfãs da pneumónica, e outras, que tinha a seu cuidado. Em 1925, a 21 de janeiro, nasce o Instituto de Nossa Senhora dos Inocentes, hoje Fundação Luiza Andaluz.

A partir de 1925, o Instituto de Nossa Senhora dos Inocentes, era paragem obrigatória nas deslocações de Luiza a Santarém.

A 21 de janeiro de 2024, o Luiza Andaluz Centro de Conhecimento abriu aqui o seu terceiro espaço, este dedicado à educação e transformação social.

Educação e transformação

Aqui, o Luiza Andaluz Centro de Conhecimento liga-nos  à missão educativa e social de Luiza Andaluz.

Um espaço de experimentação e conhecimento, que propõe uma vivência transformadora através da educação, da cultura e da expressão artística.

Nesta casa poderá seguir a cronologia da obra de educação integral de Luiza, nas diferentes instituições que fundou. Aqui poderá desfrutar do nosso espaço de cowork num ambiente cheio de história e simultaneamente contemporâneo, visualizar algum dos nossos vídeos na sala digital, passar um tempo na capela rica de narrativas e, porque não, adquirir um objeto na loja social, a favor das utentes da Fundação Luiza Andaluz? Pode deixar, ainda, o tempo voltar atrás imaginando o que seria a roda no antigo convento, e fazer um exercício de futuro procurando contribuir para futuras rodas de apoio aos mais vulneráveis. Neste espaço, com Luiza, poderá experimentar a sua ação educativa e transformadora em favor dos que mais precisam.

Horário de abertura ao público:
Terça a sexta-feira das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

Para saber mais ou marcações, contacte-nos:
Telemóvel – 938 829 003 · Email – geral@lacc.pt