Logo Peça a Peça

Abril

2022

Capela e Cripta

Capela e Cripta da Casa Madre Luiza Andaluz projetada pelo Arquiteto Luís Líbano Monteiro.

Véu de ombros

A etimologia relacionada com abril remete-nos à palavra latina aperit, que significa abrir, celebrando-se neste mês a inauguração e abertura do primeiro espaço do Luiza Andaluz Centro de Conhecimento na Casa Madre Luiza Andaluz. Num mês carregado de celebrações espirituais associado diretamente com o discurso desta casa, espiritualidade e acolhimento, damos a conhecer a Capela e Cripta, espaços e elementos estruturantes desta Casa.

Capela Casa Madre Luiza Andaluz
Véu de ombros, detalhe bordado

Projetadas pelo Arquiteto Luís Líbano Monteiro representam um esplendor contemporâneo, seguindo um léxico minimalista que transparece uma espiritualidade intensa de paz contemplativa, sem a inclusão de grandes aparatos estilísticos.

A transição para o interior da Capela é feita com grande fluidez, mas com impacto – através de um portal único que abre na totalidade – e nos transporta para um espaço de sublime espiritualidade provocada pela entrada de luz colorida e pela simplicidade. Marcada também pela diferença, com a descentralização do sacrário construído em altura, liga-se o plano terrestre com o celeste e somos recebidos a experienciar esses dois planos com a figura de Cristo Ressuscitado, que nos acolhe aqui, no Coração da Casa.

Ao descer para a Cripta, entramos num espaço mais íntimo que nos conecta diretamente com Luiza. Aqui, no seu local de descanso eterno, experienciamos uma paz plena que nos ajuda à meditação. Lembrando-nos da nossa mortalidade, que de uma forma otimista nos toca com epitáfio de Luiza, “A sua lâmpada não se apaga”, somos interpelados e alimentados da vontade de progresso e de fazer valer a nossa vida, tal como Luiza o fez.

Véu de ombros, Pelicano eucarístico

Localização: Casa Madre Luiza Andaluz

Este website utiliza Cookies, ao prosseguir com a navegação está a concordar com a nossa Política de Privacidade.