Logo Peça a Peça

Maio

2024

Virgem com o Menino

Escultura de vulto pleno de pequenas dimensões, em porcelana policromada, pintada à mão, representando a Virgem Maria com o Menino Jesus ao colo. A escultura foi produzida na fábrica Herend, na Hungria, na década de 1930. Foi uma oferta do Monsenhor Avelino Gonçalves à Ir Elvira Belo, snsf.

Virgem com o Menino

A Virgem Maria enquanto Mãe de Jesus, Mãe dos seus discípulos e Mãe de toda a humanidade é particularmente lembrada e celebrada no mês de maio. A maternidade é o aspeto que mais e melhor a identifica.

Nesta pequena escultura, datada da década de 1930, a Virgem Maria é representada como uma jovem mulher, sem véu, de cabelos ruivos, longos e apanhados numa trança. Em vez de uma aproximação à indumentária da época romana ou do povo de Israel em que Jesus terá vivido, a Virgem Maria é representada com roupas comuns: saia comprida rematada com folhos, esvoaçante atrás, deixando ver a ponta dos sapatos da mesma cor encarnada; blusa branca com mangas em balão e um avental cujo corpete cobre todo o tronco desde o pescoço e se estende até aos pés.  Assente sobre a cabeça, há uma auréola em forma de disco em tom amarelado, sinalizando que, embora a cena pareça tirada da vida doméstica quotidiana comum, ela representa a santidade da Mãe de Deus.

Entre os braços, a Virgem Maria segura o Menino Jesus representado como um bebé despido, de faces rosadas e com uma pequena auréola. Para ele se debruça o olhar de Maria.

Virgem com o Menino
Virgem com o Menino

Em Luiza Andaluz é bastante evidente e marcante a vivência de uma relação filial com Maria, a quem confia a Congregação que funda, dando-lhe o nome mariano Servas de Nossa Senhora de Fátima. Ela mesma confessa que desde a juventude tem por Nossa Senhora uma grande devoção, levando-a a pertencerem à Associação das Filhas de Maria. Desde então, ela e a sua irmã Eugénia associam ao seu nome de Batismo o nome de Maria, como expressão da sua pertença filial à Mãe de Jesus e do desejo de serem como ela, imitando as suas virtudes e o seu cuidado materno sobre Jesus e sobre os seus discípulos.

Este amor filial e um estilo de ser e de viver mariano marca também a espiritualidade das Irmãs da Congregação, motivo pelo qual Monsenhor Avelino Gonçalves terá oferecido à Irmã Elvira Belo esta pequena escultura, passando a fazer parte do espólio comum da Congregação.

Categoria: Escultura. Cerâmica/porcelana

Designação: Virgem com o Menino

Data: Década de 1930

Dimensões: 5,30 x 5,60 x 18,20 cm

Localização:  Casa Madre Luiza Andaluz