Logo Peça a Peça

Maio

2021

Palmatória

Palmatória do século XIX em prata e vidro.

O termo, palmatória, designa um utensílio utilizado para transportar uma vela, composto por um suporte para a vela, geralmente com uma base em seu redor, que pode assumir a forma de um prato, e uma zona que permite segurar o objeto. 

Palmatória

A peça apresentada neste mês de maio é uma palmatória no século XIX, em prata e vidro, decorada com motivos florais. Dado os materiais e o tipo de decoração aplicados, é notório que se trata de um objeto destinado a uma classe nobre, sendo neste caso, à família Mesquita e Melo, Viscondes de Andaluz. Numa época em que a eletricidade ainda não tinha chegado à maioria das casas portuguesas, a palmatória permitia o transporte de uma vela acesa durante a noite.

Eu gostava muito de lhes ler a História Sagrada ao serão, enquanto elas cosiam a nossa roupa, ensinava-lhes doutrina, lia-lhes a vida dos Santos. Tinha um catecismo de perseverança desenvolvido com exemplos, de Spirago creio eu, era ouvida com grande atenção a sua leitura. O pior é que para chegar ao compartimento chamado “casa de engomar” onde elas estavam, havia um grande corredor sem luz e eu, pequenita, tinha medo de o atravessar, mas de corrida lá chegava.

Luiza Andaluz, História da Congregação das Servas de Nossa Senhora de Fátima, p. 13.

Palmatória
Palmatória

A palmatória era comumente utilizada nos momentos dedicados à oração. A tradição da oração acompanhada com uma vela acesa mantém-se até hoje. A luz representa a presença de Deus, tão bem descrita na aparição de Nossa Senhora, em Fátima, em maio de 1917.

Foi ao pronunciar estas últimas palavras (a graça de Deus, etc.) que abriu pela primeira vez as mãos, comunicando-nos uma luz tão intensa, como que reflexo que delas expedia, que penetrando-nos no peito e no mais íntimo da alma, fazendo-nos ver a nós mesmos em Deus, que era essa luz, mais claramente que nos vemos no melhor dos espelhos. 

Memórias da Irmã Lúcia I. 14.ª ed.
Fátima: Secretariado dos Pastorinhos, 2010, p. 172-173

Categoria: Compósito

Designação: Palmatória

Data: Século XIX

Dimensões: 37,80 cm x 17,20 cm x 6,10 cm

Localização: Casa Madre Luiza Andaluz

Inventário: CSNSF/CMS.CP.0021